Você sabe o que é a Investigação Forense e como pode trabalhar nessa área?


O que é Ciência Forense?


As Ciências Forenses compreende um conjunto de conhecimentos científicos com o objetivo investigativo pela produção de provas objetivas, sejam para fins criminais, trabalhistas ou cíveis.

As ciências forenses compreendem a união de diversas áreas do conhecimento mas principalmente focando nas Ciências da Natureza e Suas Tecnologias, sendo altamente exigido dos profissionais, conhecimentos de química, física, biologia, matemática, informática, dentre outras.

Trata-se de uma área multidisciplinar e em consonância com as novas diretrizes propostas para o Ensino Médio no Brasil que estimula o desenvolvimento de habilidades como o raciocínio lógico, o pensar científico, levantamento de hipóteses, dentre outras.


Conheça o site da Sociedade Brasileira de Ciências Forenses, uma entidade responsável pelo apoio em pesquisa e formação continuada na área pericial.



Créditos: https://www.sbcf.org.br/


Como me tornar um Cientista Forense?


O tema Ciências Forenses já é visto como assunto motivador e curioso para a sociedade há alguns anos, principalmente devido aos seriados de televisão como CSI, Breaking Bad, La Casa de Papel, Dexter, dentre outros. O motivo dessa curiosidade se dá pelo uso da ciência como ferramenta capaz de elucidar crimes de forma irrefutável e que desperta dentre os jovens a capacidade de investigação forense.


Muitos imaginam que um cientista forense atua apenas na área criminal como os seriados mostram. Os profissionais que trabalham nessa linha são chamados de Peritos Criminais ou Médicos Legistas. No entanto, outros profissionais com curso superior podem atuar como Peritos em situações diversas. Podemos citar como exemplo os Peritos Judiciais, Assistentes Técnicos ou ainda profissionais liberais. Essa é sem dúvida uma área a ser explorada pelos cursos de graduação.


Nos últimos anos, é crescente a procura por implantação de disciplinas de investigação forense em curso de graduação pois permite aos egressos uma possibilidade de atuação diferenciada no mercado de trabalho bem como o conhecimento e aplicação dessa área em suas profissões. "Nos últimos 4 anos já criei disciplinas forenses para cursos de Engenharia Civil, Direito, Arquitetura, Administração, Biomedicina e Química. E a procura não termina, pois as instituições querem sempre proporcionar aos seus alunos uma grade curricular diferenciada no mercado", comenta o Perito Tales Vieira.


Investigação Forense no Ensino Médio


Após as mudanças realizadas pelo Ministério da Educação no Brasil, as Ciências Forenses têm despertado muito interesse para os alunos dentro dos Itinerários Formativos. Por ser uma área multidisciplinar, pode-se dizer que a abordagem dessa temática na nova proposta do Ensino Médio através de metodologias ativas, tem a capacidade de proporcionar ao(à) discente o desenvolvimento do raciocínio científico. Atividades como oficinas de luzes forenses, local simulado, experimentos com materiais biológicos, análise de alimentos e de documentos são algumas estratégias que devem ser consideradas nessa nova proposta. A criação de núcleos de estudos também é fundamental nessa nova proposta, com o objetivo de criar momentos aprofundados de reflexão.


Para saber mais sobre a implantação dessa disciplina no Ensino Médio ou nos cursos de graduação, acesse:


https://www.investigacaoforense.com/ensinomedio